TRANSIÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA O ENSINO MÉDIO: PRAXEOLOGIAS NACIONAIS E ESTADUAL PRESCRITAS PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DA NOÇÃO DE FUNÇÃO

Marlene Alves Dias, Valdir Bezerra dos Santos Júnior, Regina Mara Silva Pereira, Sirlene Neves de Andrade

Resumo


Neste artigo analisamos a proposta de ensino de São Paulo para a noção de função na transição entre o Ensino Fundamental - anos finais e o Ensino Médio. O objetivo foi identificar, nas propostas de ensino oficiais, as regularidades e diferenças, de forma a auxiliar uma reflexão sobre as possíveis mudanças que possam ser justificadas por meio de um estudo que mostre as dificuldades de articular ao mesmo tempo dois pontos de vista desenvolvidos de forma desarticulada, a saber: o ponto de vista relação entre grandezas e o ponto de vista relação entre conjuntos. O referencial teórico central consiste na Teoria Antropológica do Didático (TAD) e as noções de quadro e mudanças de quadros, segundo definição de Douady, e pontos de vista conforme definição de Rogalski. A metodologia é qualitativa, utilizando o método da pesquisa documental. As análises mostram a existência de um descompasso nas abordagens para um mesmo ano escolar.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.