A ALTERIDADE COMO CONDIÇÃO ÉTICO-CRÍTICA DA FILOSOFIA: O OUTRO COMO QUESTIONAMENTO DO MESMO EM LEVINAS

Marcos Alexandre Alves

Resumo


Neste artigo, objetivamos analisar a reavaliação do pensamento do Ocidente a partir da críticaao primado da Totalidade e do poder do Mesmo, que foi evidenciada na obra Totalidade eInfinito, pelo filósofo lituano-francês Emmanuel Levinas, na tentativa de abalar o primado doSer e do Saber, presentes na base desta tradição. Procuraremos mostrar que, para Levinas, oprimado do saber, presente em nossa tradição filosófica, não está imune a um tipo depetrificação e aprisionamento bem próximos do fechamento do mundo mítico. Contudo,trataremos, aqui, por outro lado, de esclarecer que o significado do pensamento de Levinasencontra-se, assim, não numa recusa da razão, mas na intenção de preservá-la da suamitificação sempre possível e, por consegüinte, de libertá-la do fechamento ontológico apartir de uma significação irredutível a esta prisão. Defenderemos, portanto, que opensamento levinasiano abre vias para se pensar os desafios do pensamento contemporâneo,marcado pela crise da unidade da razão e pela destituição de toda e qualquer subjetividadesoberana, recolocando a urgência de um sentido ético para o saber.

Referências


BOFF, Leonardo. Ethos Mundial. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

COSTA, Márcio Luis. Levinas: uma introdução. Petrópolis: Vozes, 2000.

FABRI, Marcelo. Desencantando a ontologia. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1997.

FORTHOMME, Bernard. Une philosophie de la transcendence, la méphysique d’Emmanuel Levinas. Paris: J. Vrin, 1979.

KUIAVA, Evaldo Antônio. Da subjetividade transcendental à transcendência ética. Porto Alegre: PUCRS, 1998 (Tese Mestrado).

LEVINAS, Emmanuel. Da existência ao existente (1947). Trad. Paul Albert Simon, Ligia M. de Castro Simon. Campinas, SP: Papirus, 1998.

________. El tiempo y el outro. Trad. José Luis Pardo Torío. Barcelona: Ediciones Piadós, 1993.

________. Descobrindo a existência com Husserl e Heidegger (1949). Trad. Fernanda Oliveira. Lisboa: Instituto Piaget, 1998.

________. Totalidade e infinito: Ensaio sobre a exterioridade (1961). Trad. José Pinto Ribeiro. Lisboa: Ed. 70, 2000.

________. Humanismo do outro homem (1972). Trad. Pergentino S. Pivatto (coord.). Petrópolis: Vozes, 1993.

________. De otro modo que ser, o más allá de la esencia (1974). Trad. Antonio Pintor-Ramos. Salamanca: Ediciones Sígueme, 1987.

________. De Deus que vem a idéia. ieu qui vient a l’idée (1982). Trad. Pergentino S. Pivatto (coord.). Petrópolis: Vozes, 2002.

________. Ética e infinito (1982). Trad. João Gama. Lisboa: Ed. 70, 1988.

________. Transcendência e inteligibilidade (1984). Trad. José Freie Colaço. Lisboa: Ed. 70, 1991.

________. Entre Nós: Ensaio sobre a alteridade (1991). Trad. Pergentino S. Pivatto (coord). Petrópolis: Vozes, 1997.

________. Dios, la muerte y el tiempo (1993). Trad. Maria L. R. Tapia. Madrid: Ediciones Cátedra, 1994.

LÓPES, J. M. Aguilar. Trascendencia y Alteridad. Estudio sobre E. Levinas. Pamplona: Ediciones Universidad de Navarra, 1992.

OLIVEIRA, Manfredo Araújo. Ética e práxis histórica. São Paulo: Ática, 1995.

___________ . Ética e racionalidade moderna. São Paulo: Loyola, 1993.

PELIZZOLI, Marcelo L. A relação ao outro em Husserl e Levinas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1994.

________ . Entre o Mesmo e o Outro. Porto Alegre: PUCRS, 2000 (Tese Doutorado em Filosofia).

PIVATTO, Pergentino S. “A Ética de Levinas e o Sentido Humano: Crítica à Ética Ocidental e seus Pressupostos”. In: Veritas. Posto Alegre, V. 37, nº147, set/1992.

________ . “Ser moral ou não ser humano”. In: Veritas. Porto Alegre, V. 44, nº2, junho de 1999.

SOUZA, Ricardo Timm de. O tempo e a máquina do tempo. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1998.

_________ . Sentido e Alteridade: Dez ensaios sobre o pensamento de E. Levinas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2000.

_________ . Sujeito, ética e história. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999.

_________ . Totalidade e desagregação. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996.

SUSIN, Luiz Carlos. O homem messiánico: Uma introdução ao pensamento de E. Levinas. Porto Alegre: EST/ Vozes, 1984.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Não há custos de publicação e leitura, mas doações são bem vindas.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.